Festa da Polenta

Festa da Polenta

Icon
Por Assessoria de Comunicação/Seag.

FESTA DA POLENTA

Localização: Sede. Centro de Eventos Padre Cleto Calimam.

Localidade mais próxima do atrativo: Centro.

Distância da localidade mais próxima: Menos de 1 km.

Distância da Sede do município: Sede.

Acesso ao atrativo: Sinalizado, rodoviário, pavimentado, em bom estado de conservação, parcialmente adaptado.

Descrição do acesso utilizado: BR-262 a partir do Espírito Santo ou Minas Gerais, seguindo para o bairro São Pedro.

Transporte regular para o atrativo: Rodoviário, de freqüência regular, boa qualidade e não-adaptado.

Legislação ou registro/patente da realização: Não se aplica.

Estado de conservação: Bom.

Entrada do atrativo: Portaria principal, adaptado.

Visitação: Temporária, em outubro. Não há visitas guiadas, ingresso pago.

Acessibilidade do atrativo: Temporária, em outubro.

Tempo necessário para usufruir o atrativo: 3 dias.

Equipamentos e serviços no atrativo: Informações, sinalização não-adaptada, instalações sanitárias não-adaptadas, limpeza, segurança, lazer e entretenimento parcialmente adaptados e locais para alimentação parcialmente adaptados.

Atividades ocorrentes no atrativo: Danças e músicas típicas italianas, gastronomia típica italiana, desfile para eLeição da Rainha da Festa da Polenta, shows musicais, apresentações de corais e celebrações religiosas.

Integra roteiros turísticos comercializados? Sim. “Rota do Mar e da Montanha”. Coordenada pela SEDETUR.

Origem dos visitantes: Local, municipal, entorno regional e nacional. Maior visitação durante o evento.

Descrição do atrativo: Em 1979, padre Cleto Calimam lançou a primeira Festa da Polenta, daí pra frente o público foi aumentando e a festa não parou mais. Visando uma melhor organização, em 1991 fundou-se a AFEPOL . Associação Festa da Polenta, entidade que executa e organiza o evento. Mais de 600 pessoas se revezam com trabalho inteiramente voluntário para atender aos milhares de visitantes com polenta feita na hora, macarrão especial, queijos, vinhos e outros.

Após a festa realiza-se uma assembléia pública, com a participação da comunidade, para prestação de contas e avaliação de erros e acertos, distribuindo os recursos arrecadados para as entidades filantrópicas de saúde, assistência, segurança, educação e cultura.