Ponte Fernando Abreu

Ponte Fernando Abreu

Icon

PONTE FERNANDO ABREU

Localização: Sede, área urbana, Centro.

Localidade mais próxima do atrativo: Sede.

Distância da localidade mais próxima: Sede.

Distância da Sede do município: Sede.

Acesso ao atrativo: rodoviário, totalmente pavimentado, em bom estado de conservação e sinalizado.

Descrição do acesso utilizado: no Centro da cidade, a Ponte é a referência.

Transporte para o atrativo: rodoviário, coletivo regular, em bom estado e não adaptado.

Legislação de proteção ao atrativo: não há.

Estado de conservação: bom

Entrada do atrativo: pela sua extremidade.

Visitação: diariamente, sem ou com visitas guiadas, acesso gratuito e sem autorização
prévia.

Acessibilidade do atrativo: permanente.

Tempo necessário para usufruir o atrativo: algumas horas.

Equipamentos e serviços no atrativo: serviço de limpeza, segurança, e no entorno há locais para hospedagem e alimentação.

Atividades ocorrentes no atrativo: contemplação do Rio Itapemirim.

Integra roteiros turísticos comercializados? sim, através da .Rota dos Vales e do Café. Coordenada pela SEDETUR.

Origem dos visitantes: local, municipal, do entorno regional e de outros estados. Maior fluxo nos dias úteis.

Descrição do atrativo: a Ponte Municipal foi à primeira Ponte construída no Município de Cachoeiro de Itapemirim, inaugurada em 10 de junho de 1887, sendo que lá havia sido construída uma anterior de madeira em 1883, mas foi levada pela enchente.

A Ponte Municipal era de estrutura de ferro e piso de madeira. E sua construção foi realizada pelo Tenente Coronel Ildefonso da Silveira Viana. Havia cobrança de pedágio para quem por ela passasse, até 1920.

Em 1965 foi desmontada e vendida sua estrutura de ferro. A Ponte que a substituiu chama-se Ponte Fernando de Abreu, construída em 1954.

Ao lado da Ponte Fernando Abreu, no lugar da Ponte Municipal, foi construído no governo do prefeito Valadão. O Mercado Persa hoje desativado, servindo para passagem de pedestres.

Icon

Ponte original do início do século XX.